Política

Renan Calheiros define plano de trabalho da CPI da Pandemia

O senador Renan Calheiros (MDB-AL), relator da CPI da Pandemia, definiu o plano de trabalho que vai nortear a largada da comissão, criada para investigar ações e omissões do governo federal no enfrentamento da Covid-19, bem como o uso de verbas federais em estados e municípios. O documento foi obtido pelo analista da CNN Fernando Molica.

O documento apresentado pelo senador define seis frentes de trabalho e a apuração partindo de depoimentos, análise de documentos e requerimentos de informação. Renan delimita que as oitivas comecem com o objetivo de traçar um panorama, ouvindo responsáveis pelo Ministério da Saúde e pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) ao longo da crise.

Serão ouvidos na largada o atual ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, e seus três antecessores no governo Bolsonaro, Luiz Henrique Mandetta, Nelson Teich e Eduardo Pazuello. Da parte da Anvisa, o diretor-presidente da agência, Antonio Barra Torres.

Plano de trabalho da CPI da Pandemia (29.abr.2021)
Plano de trabalho da CPI da Pandemia (29.abr.2021)

O plano de trabalho de Renan Calheiros traça seis vertentes para serem investigadas:

  1. Ações de enfrentamento à pandemia, incluindo distanciamento social, testes, respiradores e vacinas. A respeito dos imunizantes, cita, especificamente, as negociações sobre Coronavac e Pfizer.
  2. Assistência Farmacêutica (Insumos), incluindo produção de remédios sem eficácia comprovada, kit intubação, oxigênio medicinal e remédios eficazes
  3. Estruturas de Combate à Crise, atribuição de responsabilidades e competências
  4. Colapso da saúde no Estado do Amazonas, incluindo falta de oxigênio e disseminação da variante P1 pelo Brasil
  5. Ações de prevenção e atenção à saúde indígena
  6. Emprego de recursos federais, incluídos os critérios para repasse de recursos a estados e municípios, contratos assinados pelo Ministério da Saúde e benefícios como o auxílio emergencial.

*Informações de CNN

Postagens relacionadas

Tarcísio Freitas afirma que obras da BR-319 devem começar em 2022

Natasha Azevedo

Nesta quinta, deputados votam reajuste de 3,92% para servidores da Assembleia

Danilo Andrade

Maioria do STF decide manter decisão que julgou Moro parcial

Natasha Azevedo
error: Content is protected !!