Política

Ex-presidente da Pfizer no Brasil depõe na CPI da Covid-19

O ex-presidente da Pfizer no Brasil Carlos Murillo está sendo ouvido nesta quinta-feira (13) na CPI da Covid, que investiga possíveis omissões do governo Jair Bolsonaro no enfrentamento à pandemia de Covid-19. Atualmente, Murillo ocupa o cargo de CEO do laboratório na América Latina.

Murillo deve ser interrogado sobre oferta de doses ao governo no ano passado. É esperado ainda que ele confirme as declarações dadas ontem por Fabio Wajngarten, ex-secretário especial de Comunicação Social da Presidência, que disse que a Pfizer enviou cartas ao governo brasileiro propondo um acordo para o fornecimento de vacinas, mas a proposta teria sido ignorada.

Para alguns dos senadores da CPI, a demora do Planalto em responder à oferta da empresa é a confirmação de que o governo errou no enfrentamento à pandemia e que isso contribuiu para que mais mortes pela covid-19 acontecessem.

Postagens relacionadas

David Almeida pede para depor na CPI da Saúde, mas presidente da Comissão indefere

Danilo Andrade

Veja quem são os candidatos a prefeito de Manaus

O Amazonês

Em relatório, deputado alinhado ao governo diz que não há provas contra Wilson Lima e Carlos Almeida

Mário Bentes
error: Content is protected !!