Brasil

Carrefour deposita R$1 milhão na conta da viúva de João Alberto, espancado e morto, em setembro de 2020

O grupo Carrefour depositou, na noite de quarta-feira (28), R$ 1 milhão para Milena Alves, viúva de João Alberto Silveira Freitas, homem negro espancado até a morte em novembro de 2020, por seguranças de uma unidade do supermercado, em Porto Alegre.

De acordo com o Conjur, o depósito foi feito em uma conta criada para a consignação extrajudicial. A defesa de Milena, porém, diz que a empresa não informou sobre o assunto e que o valor será negado, pois não corresponde ao pedido da viúva. 

Também foram depositados mais R$ 100 mil na conta bancária de Milena, para gastos mais urgentes. Ela já vinha recebendo auxílio para despesas com acompanhamento psicológico, mas havia rejeitado valores oferecidos em audiências.

O Carrefour alega que o montante representa a soma entre o patamar máximo por danos morais para casos do tipo e um valor referente a danos materiais, independente de comprovação, que seria necessária em caso de litígio e geraria novos custos à viúva. A rede de supermercados já havia firmado oito acordos com outros familiares de João Alberto.

Postagens relacionadas

Polícia do RJ diz que a “única pessoa que foi calada foi o menino Henry Borel”

Natasha Azevedo

Confira: novas regras para quem quiser entrar no Brasil durante pandemia

Natasha Azevedo

Bolsonaro critica governadores que criaram auxílio estadual

Natasha Azevedo
error: Content is protected !!