Polícia

Boxeador olímpico é preso acusado de matar a amante grávida e jogar em rio

Um caso cruel, com morte pensada e requintes de crueldade envolve um esportista, o boxeador profissional porto-riquenho Félix Verdejo, 27 anos, que está preso sob acusação de ter assassinado a amante grávida. Ele se entregou à polícia de San Juan, em Porto Rico, após as evidências o apontarem como principal suspeito do crime, neste domingo (2). 

Dinâmica do crime

Verdejo teria dado um soco no rosto da amante e injetado uma substância no corpo da mulher com uma seringa. Depois, prendido seus braços e pernas com fios de arame e a amarrado em um grande pedaço de concreto.

O boxeador teria jogado a mulher de uma ponte no rio. A atitude de sumir com o corpo da mulher dificultou o trabalho da polícia. As buscas começaram na última quinta-feira (29).

Keishla Rodriguez foi identificada no domingo por meio de registros odontológicos, conforme explicou o Instituto de Ciência Forense de Porto Rico, por meio de um comunicado.

Uma testemunha ouvida pelas autoridades locais afirmou ter visto o momento em que o boxeador jogou o corpo no lago. A vítima era amiga de infância de Verdejo e a família diz que ela estava grávida dele, que é casado.

Verdejo, não se pronunciou sobre as acusações, assim como seus advogados.

*Metrópoles

Postagens relacionadas

Babá do menino Henry Borel presta novo depoimento

Natasha Azevedo

Maus-tratos: menino de 5 anos é amarrado pela mãe no quintal de casa, como punição

Natasha Azevedo

Operação Arrocho da Lei é deflagrada e prende policiais que roubavam drogas de facção, no AM

Natasha Azevedo
error: Content is protected !!