Política

TCE acata ação de deputados e suspende pagamentos de árvore de Natal e Peladão

O Tribunal de Contas do Estado suspendeu, nesta terça-feira (22), os pagamentos nos valores de R$ 2.010.507 para a prestação de serviços de manutenção, montagem e desmontagem da árvore de Natal do Governo do Amazonas e de R$ 1.667.393,50 para o campeonato de futebol recreativo “Peladão”, promoção do Grupo Acrítica, durante a pandemia da Covid-19.

O pedido para a suspensão foi ingressado, na última semana, pelos deputados estaduais Dermilson Chagas e Wilker Barreto, ambos do Podemos, baseado no fato de que “O Estado do Amazonas possivelmente poderia estar priorizando eventos festivos em detrimento a saúde pública do Estado, que ainda se encontra em Calamidade Pública em razão do vírus COVID-19 (coronavírus), de acordo com o Decreto n. 42.193 de 15 de abril de 2020, entendendo que o Governo deveria buscar meios para conter os gastos e minimizar os impactos do vírus COVID-19 nos cofres públicos”.

Os Deputados reforçaram ainda a discrepância dos valores entre o orçamento atual apresentado e os serviços similares executados no exercício de 2019, no caso da árvore de Natal, onde possivelmente existiu um aumento de mais de 500% do valor pago no ano de 2019 para o valor previsto para o serviço em 2020.

Ainda de acordo com o TCE, além da suspensão dos pagamentos, será concedido prazo ao responsável pela Agência Amazonense de Desenvolvimento Cultural – AADC (Senhor Edval Machado Júnior), para apresentar defesa e/ou documentos acerca dos aspectos suscitados no bojo da Representação e do Despacho.

A medida cautelar será mantida até que sejam apresentadas justificativas em relação às dúvidas apontadas nos autos e a Corte possa analisar, em cognição ampla, os fatos apresentados na Representação.

Postagens relacionadas

Wilker critica omissão do Governo do Amazonas diante dos ataques contra a Zona Franca de Manaus

Danilo Andrade

Em carta a Biden, Bolsonaro promete fim do desmatamento ilegal até 2030

Danilo Andrade

Governadores pedem reunião com embaixador da China após ataques de Bolsonaro

Danilo Andrade
error: Content is protected !!