Política

Susam reafirma que fez 1,8 mil atendimentos no hospital de campanha da Nilton Lins

Ao rebater a acusação de ter divulgado uma informação mentirosa sobre o número de atendimentos no hospital de campanha da Universidade Nilton Lins, desativado na quinta-feira, 16, a Secretaria de Saúde do Estado do Amazonas (Susam) voltou a afirmar que realizou sim 1.868 atendimentos divididos em “388 internações clínicas e UTI, 33 de internação para indígenas e 1.447 para exames de imagem”. Para a Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Saúde, esse número é bem menor,  388 atendimentos.

O presidente da comissão, deputado Delegado Péricles (PSL), diz que espera um esclarecimento da Secretaria sobre o número divulgado e entende que incluir o número de exames de imagem nessa soma é uma manobra. “É evidente que a divulgação do número de 1,8 mil foi uma tentativa de induzir a população a acreditar que esse foi o número de pacientes internados pela unidade hospitalar. Somar, ainda, procedimentos de imagem para justificar o total apresentado é absurdo para uma unidade de referência em tratamento de Covid no Amazonas. É dar uma amplitude inexistente. É mascarar a ineficácia e má gestão diante do momento”, diz o parlamentar.

Mais detalhes

Nesta manhã, os deputados que compõe a comissão aprovaram um requerimento exigindo uma explicação detalhada desse número ao secretário de Saúde, Marcellus Campelo. A proposta foi do deputado de oposição Wilker Barreto (Podemos) que entende como grave a discrepância do número publicado pela comunicação da Susam e a quantidade a que a CPI tem acesso via dados fornecidos pela diretoria do hospital de campanha. “Isso me preocupa não só pelo desencontro abissal no número, mas será que eles vão querer cobrar sobre isso? Será que eles vão querer cobrar as faturas de serviços do Nilton Lins com base em 1.800 procedimentos?”, questiona Barreto.

Postagens relacionadas

Câmara aprova aumento de pena para crimes de abandono de incapaz

Danilo Andrade

Sem previsão orçamentária, Censo não será realizado em 2021, afirma Governo

Danilo Andrade

CMM volta do recesso sem David Reis e com plenário vazio

Danilo Andrade
error: Content is protected !!