Amazonas

Simeam realiza cerimônia ecumênica, nesta sexta-feira, para homenagear médicos vítimas da Covid-19

O Sindicato dos Médicos do Amazonas (Simeam) realiza na próxima sexta-feira (12), às 17h, uma cerimônia ecumênica com transmissão ao vivo pelo perfil do sindicato no Facebook, para honrar a memória dos profissionais médicos vítimas da Covid-19.

A live terá a participação virtual de um representante da Arquidiocese de Manaus e da Igreja Evangélica Assembleia de Deus no Amazonas (IEADAM), para homenagear médicos que faleceram durante esse um ano de pandemia, levar uma palavra de conforto aos familiares e rogar a Deus pela proteção dos profissionais que seguem na missão de salvar vidas.

O Simeam também vai prestar homenagem póstuma ao médico Geraldo Felipe, que era diretor da entidade e morreu no dia20 de fevereiro desse ano, em decorrência da Covid-19. Dr. Geraldo Felipe atuava na área de ginecologia e obstetrícia, e ocupou o cargo de diretor da Maternidade Municipal Moura Tapajós. Um representante da família do homenageado vai receber uma placa em reconhecimento aos relevantes serviços dedicados à medicina e à sociedade.

A programação vai contar com uma retrospectiva da pandemia, feita pelo presidente do Simeam, Dr. Mario Vianna, destacando a forte atuação do sindicato na tentativa de minimizar os efeitos da crise sanitária e ajudar os órgãos responsáveis a conter os avanços da doença e evitar o número de mortes.

Levantamento realizado pelo Sindicato dos Médicos (Simeam), aponta mais de 60 mortes de médicos desde o início da pandemia, até março de 2021. De abril a dezembro de 2020, foram mais de 30 óbitos. Em 2021, esse número foi registrado logo nos primeiros meses do ano, totalizando 63 mortes. De acordo com o registro do Sindicato dos Médicos, cerca de 15 médicos tiveram o óbito confirmado para a doença e 48 não tiveram a causa da morte confirmada/divulgada, ou faleceram de outras doenças.

A pandemia do novo coronavírus completa um ano desde que a Organização Mundial da Saúde (OMS), classificou a doença como uma crise sanitária global, em 11 de março de 2020. O Amazonas foi o primeiro estado da região norte a confirmar a doença, no dia 13 daquele mês.

Postagens relacionadas

Motorista rouba gasolina e atropela frentista em Manaus; veja vídeo

Danilo Andrade

Vocalista do Bokaloka sofre infarto e show em Manaus é cancelado

Danilo Andrade

Homem tenta assumir identidade de outra pessoa e é preso pela PRF em Manaus

Danilo Andrade
error: Content is protected !!