Polícia

Polícia fecha bares e restaurantes em Manaus, por descumprirem decreto de prevenção da Covid-19

A Secretaria de Segurança Pública (SSP-AM) vistoriou 48 estabelecimentos em Manaus, no final de semana. Entre a sexta-feira (19) e a madrugada desta segunda-feira (22), seis bares foram fechados e outros sete autuados por descumprimento do decreto de prevenção da Covid-19.

Na sexta-feira, os estabelecimentos Toka do Tacacá e Lanche El Shaddai foram fechados com a chegada da CIF. Havia clientes consumindo no local e foi lavrado o Termo de Constatação do Programa Estadual de Proteção e Orientação do Consumidor (Procon-AM).

O restaurante Amazônia, no bairro Ponta Negra, foi autuado na tarde de sábado (20), por falta de documentação da Classificação Nacional de Atividades Econômicas (CNAE). Na zona centro-sul, o estabelecimento Matsuri Sushi Bar recebeu um auto de infração por descumprimento do horário de funcionamento.

Na rua Canamari, bairro Cidade Nova, zona norte, o D’Anjo Pub estava funcionando sem a documentação necessária. As denúncias apontavam para superlotação do local. O proprietário do estabelecimento foi conduzido à central de flagrantes, na Delegacia Geral.

O Café da Priscila, Campo do Sérgio e o Feirão de Veículos foram orientados na manhã de domingo (21) pelos agentes da Fundação de Vigilância em Saúde do Amazonas (FVS-AM). No local, havia aglomeração de pessoas. 

Na noite do domingo, por volta das 21h30, uma festa clandestina que acontecia no Balneário Festa Clube, na avenida Desembargador João Machado, bairro Alvorada, foi encerrada pelos agentes da CIF. No local, havia cerca de 300 pessoas.

Postagens relacionadas

Corpo esquartejado é encontrado em sacos plásticos na AM-010 – Portal Em Tempo

Danilo Andrade

‘Isaac doido’ se entrega e libera família mantida refém

Danilo Andrade

PC-AM deflagra quarta fase da operação Mamon e apreende seis máquinas de alto valor

Danilo Andrade
error: Content is protected !!