Amazonas

Pacientes dos hospitais de Manaus fogem e pedem para “morrer em casa”

Segundo reportagem do jornalista Leandro Prazeres, publicada n’O Globo nesta terça-feira (19), enfermeiras de Manaus relataram que pacientes com Covid-19 estão fugindo dos hospitais diante das cenas de horror, ao verem pessoas morrendo em salas lotadas por falta de oxigênio.

A técnica em enfermagem Arlene Loureiro de Albuquerque contou o caso de um paciente de 46 anos, infectado, que estava internado no Hospital 28 de Agosto, o maior de Manaus.

“Ele ficou alucinado vendo tantas coisas. Em questão de horas, algumas pessoas morreram perto dele, e ele ficou com medo e fugiu. Quando chegou em casa, a família tentou internar ele de volta. Ele está com Covid-19 e estava nas alas destinadas a pacientes com a doença. É horrível. Ele não aguentou essa pressão”. Segundo ela, o homem voltou a ser internado.

Outra enfermeira narrou que um paciente infectado, com sinais de estresse, implorou para ir para casa ao ver a escassez de oxigênio no mesmo hospital.

“Ele queria ir embora pra casa. Ele falava que ia fugir porque, se fosse pra morrer, que morresse em casa e não longe da família”.

Na semana passada, faltou oxigênio hospitalar em unidades de saúde e houve relatos de mortes de pacientes por asfixia. O pânico fez com que centenas de pessoas se aglomerassem nas portas de empresas que produzem oxigênio hospitalar de Manaus em busca de um cilindro do produto para os seus familiares.

Foto: Bruno Kelly/Reuters

Com informações de O Antagonista

Postagens relacionadas

Turbina pega fogo durante voo e avião retorna às pressas para aeroporto em Manaus

Danilo Andrade

Viajantes do AM podem levar mutação da Covid-19 para outros estados

Danilo Andrade

São Paulo de Olivença banca festa de quase R$ 500 mil

Danilo Andrade
error: Content is protected !!