Bastidores do Poder

Operação Sangria pode chegar aos deputados ‘do 5%’, diz Último Segundo

A lista apreendida no gabinete  do governador Wilson Lima (PSC), na primeira fase da Operação Sangria, com o nome igual ao de parlamentares da base – Saullo, Roberto, Therezinha, Mayara, Abdala, Carlinhos, Joana e Belão (apelido de Belarmino Lins)- e a anotação de 5% pode levar a Polícia Federal à Assembleia Legislativa do Amazonas (Aleam) na próxima fase da operação, noticiou o portal “Último Segundo”.

Segundo a matéria, publicada pelo jornalista Leandro Manzzini, os deputados estaduais do Amazonas estão em pânico com a possibilidade dos camburões da PF acertarem o caminho do Poder Legislativo. Isso porque descobriram que depois do governador, Wilson Lima (PSC), e o vice, Carlos Almeida (sem partido), foram alvos da Operação Sangria, ainda há dois inquéritos, em segredo de justiça, para serem efetuados.

Postagens relacionadas

Wilson Lima poderá apostar em David Almeida como governador em 2022

Danilo Andrade

Dermilson Chagas cobra explicações do Governo sobre compra de terreno que custava R$ 5 milhões por mais de R$ 41 milhões

Danilo Andrade

Tratada como oficial, Secretaria de Saúde não existe

Danilo Andrade
error: Content is protected !!