Dia a dia

MP-AM nega suspensão de vacinação em profissionais da saúde

O Ministério Público do Amazonas (MP-AM) emitiu uma nota, nesta segunda-feira (1), para explicar que após se reunir com o Ministério Público de Contas do Amazonas (MPC-AM ) e a Defensoria Pública da União (DPU), foi verificado que não há qualquer necessidade neste momento de suspender a vacinação dos profissionais da área de saúde, que começou no dia de hoje, em pontos fixos da cidade, conforme o mês de nascimento.

Também estiveram reunidas para debater o assunto, representantes da Fundação de Vigilância Sanitária (FVS), Secretaria Municipal de Saúde do Amazonas (Semsa) e Secretaria de Saúde do Estado (SES), com a finalidade de conhecer os critérios e as listas de vacinação dos trabalhadores de saúde.

“Observada a insegurança quanto ao número de doses disponíveis, se suficientes ou não para atender a todos, bem como quanto aos critérios de ordem de prioridade, houve consenso entre os gestores no sentido de nivelar informações até as 13h, mantendo-se a vacinação para os profissionais que compõem as prioridades já identificadas, nos diversos níveis considerados pela Resolução nº 04/2021-CIB. Portanto, não há qualquer determinação dos órgãos de controle no sentido de suspender a vacinação, cujo trabalho nessa fase dá-se para acompanhar o cumprimento das regras do plano nacional de vacinação, com a devida transparência e impessoalidade administrativa, assegurada a necessária agilidade ao processo, comprometida em detrimento de aparentes falhas de organização administrativa”, diz a nota.

Postagens relacionadas

Casos de Covid no mundo voltam a subir, diz diretor-geral da OMS

Danilo Andrade

URGENTE: Ataque a tiros em estação de metrô em Nova York deixa feridos

Danilo Andrade

Prefeitura de Manaus impõe lei que obriga uso de máscara em espaços públicos e privados

O Amazonês
error: Content is protected !!