Política

Mesmo após denúncia, David Reis contrata empresa para fazer pesquisa de preços para a CMM sem licitação

Depois de ser denunciado formalmente ao Ministério Público do Amazonas (MPAM) por suspeita de superfaturamento na compra de café e açúcar para abastecer o Poder Legislativo Municipal, o presidente da Câmara de Manaus (CMM), vereador David Reis (Avante) publicou no Diário Oficial eletrônico da CCM despacho do processo nº 2021.10000.10718.0.001309, que indica que ele vai contratar, sem licitação, uma empresa para fazer pesquisa de preços para a Casa.

De acordo com o documento, a empresa NP Tecnologia e Gestão de Dados Ltda será contratada pelo valor de R$ 9.875,00, durante 12 meses, para “prestação de serviço, visando a disponibilidade da ferramenta de Banco de Dados de pesquisa de preços via web em atendimento às necessidades da CMM no intuito de dar celeridade na elaboração de Editais, Projetos Básicos e Termos de Referência”.

Denúncia

Na terça-feira (3), o Comitê Amazonas de Combate à Corrupção encaminhou uma representação ao procurador-geral de Justiça do Amazonas, Alberto Rodrigues do Nascimento Júnior, contra David Reis, depois de uma série de denúncias publicadas na imprensa sobre indícios de superfaturamento de até 92% nas compras feitas pelo Poder Legislativo, sob sua administração. Em nota divulgada pela Comunicação da Câmara, David Reis disse não se opor a prestar esclarecimentos sobre as compras.

*Com informações de Portal Único

Postagens relacionadas

STJ envia processo contra Eduardo Cunha para Justiça Eleitoral

O Amazones

CPI da Pandemia: Omar Aziz é confirmado como presidente e Randolfe vice

O Amazones

Para votar o impeachment na quinta-feira, a Ordem do Dia vai ter que ficar para a tarde na Aleam

Danilo Andrade
error: Content is protected !!