Amazonas

Mário Abrahim diz que prática de nebulização com cloroquina é comum no AM

O prefeito do município de Itacoatiara, Mário Abrahim, afirmou nesta terça-feira (04) que o tratamento de nebulização com hidroxicloroquina em pacientes com Covid-19 é praticado por médicos do Amazonas. A declaração ocorre após três pacientes diagnosticadas com a doença serem submetidas ao tratamento. Duas delas, sendo uma idosa de 71 anos, morreram em hospitais de Manaus.

“Contratamos alguns médicos que precisávamos para nos dar suporte. Esses médicos, conversando sobre o assunto, disseram que o tratamento é uma prática que se faz, não vou dizer habitual, mas é praticado. E também informaram que o tratamento era feito, inclusive, em Manaus”, afirmou Abrahim.

O prefeito do município também disse que uma sindicância apura o caso. “Nesse caso em específico foi um médico, recém-chegado na cidade, e nós abrimos a sindicância para apurar o que houve, mas não temos nenhum resultado, por hora. Assim que tivermos vamos tomar todas as medidas, haja vista que o procedimento não é comum. Vamos analisar, queremos entender os procedimentos para conversarmos com a Secretaria de Saúde e decidirmos as orientações que vamos tomar”.

Em nota, a Secretaria de Saúde do Amazonas informou que não compactua com práticas sem comprovação científica e que abriu uma sindicância para apurar o uso de hidroxicloroquina em pacientes no Instituto da Mulher Dona Lindu e no Hospital Regional José Mendes, em Itacoatiara.

Postagens relacionadas

Confira: novo decreto altera horário de funcionamento de shoppings, em Manaus

Danilo Andrade

MORADORES DO NAZARÉ PINHEIRO E COMUNIDADE LGBTQIA+ APROVAM PROPOSTAS DE ROBSON TIRADENTES

Danilo Andrade

Aras cobra de Wilson Lima e órgãos federais medidas contra o crime no Vale do Javari

Danilo Andrade
error: Content is protected !!