Amazonas

Vacinação de idosos começa em Manaus: ‘Já estou ansioso para a segunda dose’, diz primeiro a tomar vacina

Começou, nesta sexta-feira (29), a vacinação de idosos acima de 80 anos, contra a Covid-19. A imunização acontece em cinco pontos de Manaus no sistema drive thru. Desde o início, a campanha de vacinação foi marcada por denúncias de irregularidades (veja mais abaixo).

Fila na Avenida Mário Ypiranga. Foto: Junio Matos

Em um dos postos de vacinação, localizado no estacionamento de uma universidade, na Zona Centro-Sul de Manaus, Jano Anori, de 81 anos, foi o primeiro a tomar a vacina. Ele chegou caminhando ao posto, depois de descer de um táxi. “É maravilhoso. Uma sensação de alívio”, disse. “Já estou ansioso para a segunda dose”.

A fila de veículos era grande antes mesmo da abertura dos portões para o início da vacinação. A aposentada Ivete Nascimento fez 88 anos na quarta-feira (27) e foi a primeira a chegar de carro ao local e estava ansiosa para receber a imunização. “Cheguei aqui por volta das 6h30. Quero me vacinar porque não quero pegar essa doença por conta da minha idade, né?”, contou. Deu tudo certo: ela também foi uma das primeiras a receber a vacina.

Foto: Matheus Castro/G1

A aposentada Eldora Lopes, de 80 anos, também chegou bem cedo para garantir a vacina. Quem a levou foi a nora e o filho. E ela tem fé que a vacina pode ajudar a ficar livre do coronavírus.

“Tenho fé em Deus que eu vou ficar livre dele [coronavírus], que tá andando por aí. Tenho fé que Deus que enviou essa vacina nesse tempo. Tempo de tanta agonia, de ver tantas pessoas que a gente gosta e se foram. Graças a Deus, a gente ainda está aqui”, agradeceu.

Casal imunizado junto

O casal de aposentados Mirna Araújo, de 85 anos, e José Casimiro, de 90 anos e 10 meses – como ele gosta de enfatizar -, também não perdeu tempo. Ela faz aniversário no dia 3 de fevereiro e já considera a vacina um presente antecipado.

“A vacina é um grande presente. Estava me sentindo muito nervosa, revoltada. Tinha dia que eu chorava, que eu me desesperava. Já estava ficando nervosa, porque era só da sala pro quarto, do quarto pra cozinha. Não botava o pé nem na calçada. Olha, foi a força de Deus para aguardar o que nós idosos aguentamos”.

Foto: Matheus Castro/G1
Denúncias de irregularidades

A imunização na capital, desde o início, foi marcada por denúncias de irregularidades, que levaram o Ministério Público e outros os órgãos de controle a pedir a divulgação de uma lista com o nome de todos os vacinados.

O MP pediu, ainda, a prisão e o afastamento do cargo do prefeito David Almeida e da secretária da Saúde, Shadia Fraxe. Em entrevista, ele negou irregularidades e diz que sempre agiu dentro da legalidade.

Fonte: G1

Postagens relacionadas

Wilker cobra assinaturas para iniciar ‘CPI da Pandemia’

Danilo Andrade

ZFM: Em novo decreto, Bolsonaro acaba com incentivo de IPI do polo de concentrados

Danilo Andrade

Deputado quer discutir impeachment de governador do AM em plenário

Danilo Andrade
error: Content is protected !!