Amazonas

Governo de Wilson Lima paga mais R$ 100 milhões para organização sem fins lucrativos

Somente em 2020, o governo de Wilson Lima (PSC) pagou Instituto Nacional de Desenvolvimento Social e Humano (INDSH) R$ 107.247.817,40 para a  Organização Social da Saúde (O.S.S) que administra o Hospital e Pronto Socorro Delphina Aziz, segundo dados publicados no Portal da Transparência do Amazonas.

O instituto que recebeu a cifra milionária do Estado do Amazonas aparece no relatório da extinta CPI da Saúde como exemplo de “promíscua mistura de corrupção e incompetência”, quando os deputados descrevem a relação entre a O.S.S e o Estado. E, por fim, a comissão recomenda o cancelamento desse contrato.

Relatório da CPI da Saúde

“INDSH (OSS), o qual deveria figurar como organização sem fins lucrativos, mas que, ao contrário das características inerentes a estas espécies de organizações, apresenta saldo de lucro mensal oriundo de verbas públicas que deveriam ser restituídas ao Estado do Amazonas”, destacou o relatório escrito pelo deputado relator da comissão, Fausto Junior (PRTB).

O relatório da CPI da Saúde foi assinado não só pelo deputado do PRTB, mas também pelos demais deputados membros da comissão: presidente da comissão Delegado Péricles (PSL); Serafim Corrêa (PSB); Wilker Barreto (Podemos) e Dr. Gomes (PSC). A comissão durou 120 dias e não foi prorrogada por mais 60 dias porque o plenário da Assembleia Legislativa do Estado do Amazonas (Aleam) não votou o requerimento de prorrogação.

Postagens relacionadas

Com Wilson Lima em pré-campanha, AM aumenta gastos com propaganda e já se equipara a SP

Danilo Andrade

Vacinação de idosos de 63 e 64 anos começa, hoje (10)

Danilo Andrade

Covid 19: casos confirmados subiram de 48 para 411 e Amazonas volta à fase laranja da pandemia

Danilo Andrade
error: Content is protected !!