Dia a dia

Força-Tarefa liderada pelo PGJ Alberto Nascimento Júnior chega a Lábrea

O Procurador-Geral de Justiça do Amazonas, Alberto Rodrigues do Nascimento Júnior, chegou hoje, 18/05, a Lábrea, município localizado a 855 quilômetros de Manaus, no sul do Amazonas. A visita é uma das ações da Força Tarefa criada pela Procuradoria-Geral de Justiça com o intuito de potencializar a atuação ministerial junto à sociedade, por meio do reconhecimento in loco das situações e problemas que afligem a população do interior do Estado.

A comitiva do Ministério Público do Amazonas, liderada pelo PGJ Alberto Júnior, chegou cedo a Lábrea, após três horas de viagem por terra, pela BR-319, e uma travessia de balsa. A viagem ilustra bem as dificuldades de acesso aos municípios mais distantes da Capital amazonense. “A distância física e as condições da estrada são apenas uma parte das dificuldades enfrentadas pelo Ministério Público do Amazonas para manter todas as promotorias de Justiça do interior preenchidas e funcionando efetivamente no cumprimento de nossas atribuições como guardiães da sociedade”, apontou o PGJ.

Em Lábrea, o PGJ prestigiou a inauguração do Polo do Purus Pe. Francisco Leite Barbosa, da Defensoria Pública do Amazonas. Em seu discurso, Alberto Nascimento reconheceu o brilhante trabalho do Defensor Público Geral, Ricardo Queiroz de Paiva, no Estado. O PGJ também destacou a atuação do Promotor de Justiça de Lábrea, Sylvio Duque Estrada, cujo trabalho, de acorde com o Procurador-Geral, repercutiu “muito positivamente” junto ao Conselho Nacional do Ministério Público (CNMP).

Em seguida, na sede do Ministério Público da cidade, o PGJ Alberto Nascimento conversou com o Prefeito Gean Barros, na presença do Deputado Estadual Adjuto Afonso. Na ocasião, o gestor ministerial falou sobre a necessidades da população do município, destacando o ritmo de atuação da Promotoria de Justiça local que trabalha, incansavelmente, para a mudança da região. Após a reunião, Alberto Nascimento Júnior concedeu entrevista à mídia local.

Com o entusiasmo e bom ânimo, o PGJ falou sobre o compromisso e a verdade do Ministério Público perante a sociedade amazonense: “As pessoas do município precisam enxergar as ações do Órgão. Por isso, se faz necessário esse contato com a população, para ouvir a voz dos cidadãos e avançar no trabalho sempre ativo, estabelecendo, cada vez mais, a proximidade do MPAM com o povo do Amazonas”, justificou.

Fonte: TJAM

Postagens relacionadas

Líder da oposição, Wilker Barreto desafia líder do Governo a assinar a CPI da Asfixia: “Assine a CPI e demonstre que o Governo não teme uma investigação”

Danilo Andrade

Alessandra Campêlo proibirá entrada de servidores não vacinados na Seas

Danilo Andrade

Quarta parcela do Auxílio Emergencial é paga a nascidos em maio

Danilo Andrade
error: Content is protected !!