Política

Deputado Álvaro Campelo rompe com o governo Wilson Lima

Durante a sessão da Assembleia Legislativa do Amazonas (Aleam), nesta terça-feira, 14, o deputado estadual Álvaro Campelo (Progressistas) anunciou a saída dele do cargo de vice-líder do governo de Wilson Lima (PSC).  Na semana passada, o parlamentar já havia dado um sinal de desgaste na relação com o governo quando não quis ocupar uma vaga na Comissão Especial do impeachment, assim como a colega dele de partido, a deputada Mayara Pinheiro.

De acordo com Campelo, a saída do cargo também marca o rompimento dele com base governista, uma vez que o parlamentar informou que vai somar o mandato ao bloco dos “independentes”. Com isso, o deputado de primeiro mandato na Assembleia mostra que as críticas ao “Novo” podem aparecer quando ele estiver com a palavra nas próximas sessões plenárias da Aleam.

Decisão

O deputado confessou que estava insatisfeito com a vice-liderança do governo desde novembro do ano passado e, em março de 2020, foi encorajado por colegas de parlamento a não abandonar a função. Entretanto, o desfecho desse impasse foi resolvido quando Álvaro Campelo entendeu o sentimento da população, disse ele ao anunciar a novidade.

“Mas eu não tenho mais como postergar essa decisão. Portanto, na manhã desta terça-feira, dia 14 de julho do ano de 2020, eu comunico a esta Casa e à população do estado do Amazonas, que eu deixo o cargo da vice-liderança do governo do estado, bem como retorno ao bloco dos Independentes, do qual eu fiz parte na primeira metade de 2019”, disse o deputado.

Contexto

A saída do ex-vice-líder do governo se dá em um momento sensível para Wilson Lima. Já que o governador do Amazonas é alvo de um processo de impeachment na Assembleia, alvo de investigação da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Saúde, além da Operação Sangria, da Polícia Federal, e da Procuradoria Geral da República (PGR). Este último chegou a se referi ao chefe do Poder Executivo como o comandante de uma organização criminosa.

Postagens relacionadas

PT pede ao STF que obrigue Bolsonaro a adotar medidas de isolamento social

Danilo Andrade

Após Bolsonaro surfar na popularidade do auxílio emergencial, Wilson Lima lança cartão social

Danilo Andrade

‘Fez 10 ruas e já tá recebendo medalha’, critica Wilker sobre homenagem a secretário de David

Danilo Andrade
error: Content is protected !!