Novo Auxílio Emergencial
Brasil

Auxílio emergencial: Governo prepara três parcelas de R$ 200 em 2021 e novo nome para benefício

Em um esforço para reformular o auxílio emergencial, o Governo Federal pretende lançar proposta que libera três parcelas de R$ 200 para trabalhadores informais. A ideia é também alterar o nome do auxílio emergencial para Bônus de Inclusão Produtiva (BIP). Essa alteração tem o intuito de mudar a visão do programa e estabelecer novas exigências para o recebimento do benefício. As informações são da Folha de São Paulo.

O valor de R$ 200 foi pensado para ficar próximo ao patamar de benefício médio do Bolsa Família, aproximadamente, R$ 190. Assim, os beneficiários do Bolsa Família permanecerão no programa e não terão direito ao BIP.

Novos beneficiários teriam de fazer curso

Para receber o bônus, a pessoa teria de aceitar fazer um curso de qualificação profissional. Além disso, o programa seria associado ao Carteira Verde e Amarela, que flexibiliza regras trabalhistas e reduz encargos para trabalhadores de baixa renda.

Para ser aprovado, o Congresso precisa ser favorável a uma cláusula de calamidade pública na PEC (Proposta de Emenda à Constituição) do Pacto Federativo. Sendo assim, a equipe econômica condicionaria esse gasto extra com o benefício ao corte de despesas em outras áreas do governo.

Fonte: Diário do Nordeste

Postagens relacionadas

Em discurso, Bolsonaro cita possibilidade de novas trocas de comando

Natasha Azevedo

Líderes religiosos protocolam na Câmara pedido de impeachment de Bolsonaro

Natasha Azevedo

Governador de SP, João Dória, doa 50 mil doses da Coronavac para o Amazonas

Natasha Azevedo
error: Content is protected !!