Brasil

Abril Marrom: especialista do AM alerta para o combate à cegueira

Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), de 60% a 80% dos casos de cegueira são evitáveis, e só no Brasil, segundo o IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), são mais de 6 milhões de pessoas com algum tipo de deficiência visual. Para prevenir e combater à cegueira, surgiu o Abril Marrom.

Durante todo o mês, entidades médicas, hospitais, associações de pacientes e órgãos governamentais realizam atividades de conscientização da população sobre os cuidados com a visão. No decorrer do mês, ocorrem ainda mutirões de atendimento oftalmológico e eventos sobre o tema.

De acordo com oftalmologista amazonense Swammy Mitozo, Especialista em Gerontologia e Saúde do Idoso pela UnATI/UEA, a iniciativa é fundamental, já que a maioria dos casos de cegueira é tratável quando diagnosticada precocemente. Por isso, para o médico é importante divulgar a ideia do Abril Marrom, pois significa salvar a visão de milhares de pessoas.

“A cegueira pode ser reversível ou irreversível, portanto, muitos casos podem ser prevenidos ou tratados, mas desde que tratado com urgência, dependendo da situação”, explicou o oftalmogeriatra.

Swammy ainda ressaltou que cuidar da saúde dos olhos é muitas vezes algo negligenciado pela população. Porém as pessoas precisam se atentar a fazer visitas regulares ao oftalmologista, evitando ainda o uso de óculos ou lentes de contato não certificado. “Essas medidas já ajudam na prevenção da cegueira”.

Por que Abril?

O mês de abril foi escolhido por ser neste mês comemorado o Dia Nacional do Braille, no dia 8 de abril. A data é o nascimento de José Álvares de Azevedo (08 de abril de 1834) o professor responsável por trazer, em 1850, o alfabeto Braille ao Brasil.

Por que Marrom?

A cor marrom foi à escolhida para a Campanha, por ser a cor de íris mais comum nos olhos dos brasileiros.

Postagens relacionadas

Bolsonaro diz que novo auxílio emergencial deve começar a ser pago, em março

Danilo Andrade

Carrefour deposita R$1 milhão na conta da viúva de João Alberto, espancado e morto, em setembro de 2020

Danilo Andrade

Cantor Tarik Lima e a namorada morrem em acidente

Danilo Andrade
error: Content is protected !!