Bastidores

Operação Sangria pode chegar aos deputados ‘do 5%’, diz Último Segundo

A lista apreendida no gabinete  do governador Wilson Lima (PSC), na primeira fase da Operação Sangria, com o nome igual ao de parlamentares da base – Saullo, Roberto, Therezinha, Mayara, Abdala, Carlinhos, Joana e Belão (apelido de Belarmino Lins)- e a anotação de 5% pode levar a Polícia Federal à Assembleia Legislativa do Amazonas (Aleam) na próxima fase da operação, noticiou o portal “Último Segundo”.

Segundo a matéria, publicada pelo jornalista Leandro Manzzini, os deputados estaduais do Amazonas estão em pânico com a possibilidade dos camburões da PF acertarem o caminho do Poder Legislativo. Isso porque descobriram que depois do governador, Wilson Lima (PSC), e o vice, Carlos Almeida (sem partido), foram alvos da Operação Sangria, ainda há dois inquéritos, em segredo de justiça, para serem efetuados.

Publicações relacionadas
Bastidores

Presidente da CMM e vice-presidente da Aleam testam positivo para Covid-19

Bastidores

Tratada como oficial, Secretaria de Saúde não existe

Bastidores

Enquanto fake news 'manda' Amazonino para hospital, o político lê jornal em um café de SP

Bastidores

PSB larga David Almeida, ignora Zé Ricardo e vai para o barco de Omar

Inscreva-se em nossa Newsletter e receba as novidades diretamente em seu e-mail!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *