Política

‘Políticos são mais atacados que bandidos’, reclama deputado Roberto Cidade

No auge do primeiro mandato na Assembleia Legislativa do Estado do Amazonas (Aleam), o deputado Roberto Cidade (PV) está incomodado com as críticas que recebe na mídia e nas redes sociais. “Os políticos são mais atacados que os bandidos”, disse o parlamentar quando pediu a palavra, na sessão da Assembleia desta terça-feira, 28 (vídeo no final do texto).

“[…] Hoje, a mídia e as redes sociais atacam os políticos mais do que bandidos. Infelizmente, eu, como parlamentar, tenho sido atacado, os demais colegas aqui também, por pessoas que não têm credibilidade nenhuma”, falou o ilustre deputado.

O homem público, que não gosta de crítica, afirmou também que se alguém quiser falar dele tem “dar a cara a tapa”. “[…] costumo dizer: ‘Quer atacar? Se candidate, seja candidato a vereador, seja candidato a prefeito e, depois, venha para cá e dê a sua cara a tapa. Hoje, qualquer pessoa que vira jornalista quer ficar atacando a gente.”, reclamou.

Roberto Cidade está nos 5% e pode ter legislado em causa própria

Cidade figurou na grande imprensa quando a Polícia Federal, durante a Operação Sangria, apreendeu uma lista no gabinete do governador, nela havia sete nomes e um apelido iguais aos de deputados estaduais governistas, entre eles, Roberto.

E, semana passada, Roberto Cidade virou notícia porque sugeriu ao governo, por meio de indicação, que se reduza ou até isente o ICMS dos combustíveis usados em embarcações. Segundo o deputado, ele só queria ajudar os donos dos transportes fluviais, que sofreram prejuízos por conta da pandemia. Mas, é preciso relembrar que ele era dono de 99% da Navegação Cidade LTDA até 2018, e essa medida, se implementada, é vantajosa para a empresa que continua em posse da família dele.

Sobre o autor

@blinkjornalista jornalista formada na Universidade Federal do Amazonas (Ufam), que ama falar de política e perguntar das autoridades aquilo que o público precisa saber. Sócia do OAmazonês e repórter da Rádio Mix
Publicações relacionadas
Política

Deputados arquivam primeira denúncia de impeachment aceita na Assembleia

Política

Para votar o impeachment na quinta-feira, a Ordem do Dia vai ter que ficar para a tarde na Aleam

Política

Susam pagou quase 1000% a mais do que a Norte Serviços Médicos gastou por atendimentos

Política

Em depoimento, ex-secretário do interior da Susam não justifica preços de serviços de 2017

Inscreva-se em nossa Newsletter e receba as novidades diretamente em seu e-mail!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *